Home Brasil 2020 um Ano de Turbulências com Crises Sanitárias, Econômicas e Políticas em...

2020 um Ano de Turbulências com Crises Sanitárias, Econômicas e Políticas em Grande Parte do Planeta!

Montagem: De Olho Digital News.

Nesse turbilhão em que o mundo está vivendo em uma situação nunca vista, quando o nosso planeta parou literalmente para dá passagem a um inimigo invisível que veio trazendo pavor, desolamento, tristeza, depressão e morte no campo da saúde e, em termos econômicos é praticamente impossível para qualquer especialista mensurar os prejuízos causados na economia mundial devido esse período de improdutividade, como jamais aconteceu e por mais experiências acumuladas, será uma incógnita o que está por vim.

Politicamente, com algumas exerções, uma tragédia como essa tem sido usada como pano de fundo para políticos inescrupulosos tirarem proveito de uma situação devastadora, visando desestabilizar o país, como acontece especificamente em um pais como o Brasil, onde alguns governadores e prefeitos, com o objetivo de enfraquecer o poder do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro eleito legitimamente por cerca de 58 milhões brasileiros pelo voto direto, desfazendo o domínio de 16 anos de um governo de esquerda, o Partido dos Trabalhadores (PT) que deixaram a economia do país em estado calamitoso que atingiu a triste marca de cerca de 13 milhões de desempregados, abusam das verbas destinadas a emergência para conter o avanço da Covid-19, o novo Coronavírus.

Alguns governadores e prefeitos que optaram por um recolhimento horizontal,ou seja, que determina que todos tenham que permanecer em casa, mesmo colocando em risco de um colapso total do país, ao invés de um recolhimento vertical, onde idosos, pessoas com alguma doença grave como cardiopatia, asma, pressão alta, diabetes entre outros, que permaneceriam em casa, enquanto a população potencialmente ativa pudesse mover a economia com a finalidade de não acontecer uma recessão jamis vista trazendo consequencias incalculáveis, tudo em nome da política e da falta de bom senso, ainda por cima contando com uma boa parte da imprensa de esquerda que antes de um dos maiores eventos do mundo que acontece no Brasil o “Carnaval” que ocorreu no passado mês de fevereiro e especialistas das mais diversas áreas por interesses comerciais e mais uma vez políticos, minimizaram o Coronavírus que teve a sua origem na cidade de  Wuhan na China, que segundo especialistas havia surgido no mês de novembro de 2019, não se incomodando  com aglomerações e as consequencias que esse famoso evento promoveria, uma verdadeira catástrofe humana sem precedentes, tudo isso se passou e não tivemos até então nenhum caso, mesmo depois dos principais dias de folia que se prolongou até o sábado pós Carnaval onde só um dos blocos o da Cantora Anitta que levou para as ruas do Rio cerca de 340 mil pessoas e como disse um dos médicos mais famosos do Brasil, a serviço da Rede Globo de Televisão, como dublê de comentarista ainda em janeiro deste mesmo ano tranquilizou a todos com seu discurso para beneficiar , não só a Rede Globo que fatura alto vendendo as imagens do Carnaval para diversos países, as próprias agremiações  carnavalescas pelo Brasil à fora e governadores e prefeitos que não se mostraram nenhum pouco preocupados com a população como agora, que chegam até chamar a polícia quando algum cidadão “desobedece”  as suas ordens de ficar em casa.

Mas veja o que disse o Dr. Dráuzio Varela antes do Carnaval:

Os governadores do Rio de Janeiro Wilson Witzel e de São Paulo João Dória caíram na folia  e não aconteceu nada. Enquanto o Presidente Bolsonaro estava em oração:

Não estamos aqui para desafiar o Covid-19, o novo Coronavírus, mas fica a pergunta, porque só depois do carnaval começou um grande alarde? Onde a mesma Rede Globo de Televisão já não tinha mais interesse e nem os governadores e, ai começa atormentando toda a população a não sair de casa de forma alguma em apoio aos políticos, alguns mais inescrupulosos  do outros, enquanto alguns membros do governo prevendo o pior rebate com veemência como foi o caso do Ministro da Cidadania Osmar Terra:

Devido essas e outras atitudes da Rede Globo de lavar o público a se trancarem em casa independente de cuidados e idades, além daquelas em situação de riscos que    levou alguns profissionais como o veterano Caco Barcelos, um respeitado repórter a passar por situações complicadas onde a sua integridade física correu perigo, coisa que não aprovamos, mas o povo já entendeu a posição da Rede Globo, que não recebe mais os bilhões em publicidade e parte para o desespero:

 

Ex Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o atual Nelson Teich

Apoiado e ganhando a cada dia mais espaço na imprensa, principalmente a Rede Globo de Televisão, o ex Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, contrariando e desafiando as determinações do presidente Jair Bolsonaro, que é a favor de um recolhimento vertical, chegando a dizer que a opinião dele era totalmente contrária, satisfazendo o seu partido o DEM, ele chegou a dizer que se o Presidente poderia procurar outra opinião e quando ele quis suavizar o seu discurso já era tarde, ainda mais depois de uma entrevista exclusiva a Rede Globo, foi demitido:

Ex-Ministro da Justiça Sergio Moro

 

O mesmo destino teve o ex Ministro da Justiça Sérgio Moro, o juiz  da Lava a Jato, por não concordar entre outras coisas, como a substituição do Diretor Geral da Polícia Federal Maurício Leite Valeixo e, também segundo ele mesmo disse no seu depoimento, onde anunciou o seu pedido de demissão, sem comunicar antes ao Presidente Bolsonaro, a quem acusou de interferência na polícia Federal para fins políticos, o que em entrevista recente(janeiro 2020) ao Programa Roda Viva TV Cultura e ao Programa Pânico da Rádio Jovem Pan ele falou exatamente o contrário quando perguntado sobre a interferência :

Ex Ministro da Justiça Sérgio Moro, Presidente Jair Bolsonaro, Ex-Ministro da Saúde Mandetta

 

Presidente Jair Bolsonaro em discurso.

O Presidente da República em seu pronunciamento se disse decepcionado com o ex-ministro Moro pela forma com que ele se demitiu promovendo uma coletiva para comunicar ao Brasil a sua decisão, sem antes ter ido conversar com ele, além de o ministro Moro não o ter atendido todas as vezes que ele pediu para a Polícia Federal fazer uma investigação à fundo pra saber que mandou matar o Presidente, que declarou que só faltou implorar e entre tantas solicitações não foi atendido o que gerou o mal estar e ocasionou na saída do Ex ministro Sergio Moro.

Uma das solicitações que o Presidente Bolsonaro havia pedido ao Ex-Ministro Sérgio Moro, segundo declarações prestadas neste sábado, 25 de abril, pela Deputada Federal Carla Zambeli CNN Brasil,  foi com relação ao abuso de alguns governadores com a verba que o governo federal liberou de acordo com estado de emergência e também não teria sido atendido:

Alguém consegue explicar por que em Minas Gerais, onde o governador Romeu Zema Neto, é sério e não está envolvido na trama para desestabilizar o governo federal, a taxa de letalidade da Covid-19 é mais de 11 vezes menor que em São Paulo, mais de 10 vezes menor que no Ceará e mais de 31 vezes menor que no Rio de Janeiro? E depois há quem ainda acredite que política se sobrepõe a saúde nessa Pandemia.

Seguem os dados: MINAS GERAIS População: 20.87 milhões Óbitos: 47; SÃO PAULO População:44.40 milhões Óbitos:1134; CEARÁ População:8.84 milhões Óbitos: 233; RIO DE JANEIRO População:16.46 milhões Óbitos: 490. Ai perguntamos: Será que o vírus não sabe a localização exata do estado de Minas Gerais ou será que Deus abençoa apenas os mineiros e esquece do resto da nação? É  no mínimo muito estranho.

Como a vida tem que continuar, nós que estivemos à frente nesses últimos dez anos do site “De Olho em Rio das Ostras” e boa parte deles também colaborando com o “Jornal Expressão do Povo”, com circulação em boa parte do Estado do Rio de Janeiro, onde estivemos por mais de três anos, iniciamos uma nova etapa na comunicação e desta vez mais abrangente e não mais nos limitando a  uma cidade ou região, mesmo porque como cidadão do mundo que sou, sinto-me à vontade para acompanhar o que acontece em todo mundo, mesmo sem a pretensão de ser um super veículo, mas sim um sempre atualizado possível site para informar cada vez mais aqueles que durante muitos anos tem nos prestigiado e é pra todos esses que dedico esse espaço de coração e agradeço o prestígio e a credibilidade que me motiva a escrever e a Deus por me dá saúde e inspiração.

Edigarde Rodrigues

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here