Home Brasil Semana de Ciência e Tecnologia leva conhecimento aos alunos da Rede Municipal

Semana de Ciência e Tecnologia leva conhecimento aos alunos da Rede Municipal

Inovação, criatividade e muita animação foram as marcas da 19ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Rio das Ostras. Ao todo, cerca de 2 mil visitantes passaram pelo evento durante três dias de exposição de trabalhos de 46 escolas, além de oficinas, quizzes, desafios e palestras. A programação garantiu interatividade, criando troca de experiência e conhecimento entre os estudantes expositores e participantes, professores e comunidades escolares.

As atividades desenvolvidas tinham como objetivo o uso das tecnologias como ferramenta pedagógica facilitadora do processo de ensino-aprendizagem. Neste ano, o tema central foi o “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. As atividades foram divididas por dia para os alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental Anos Finais e Iniciais.

A diretora da Escola Municipal Paulo Pinheiro, Natália Noronha, contou sobre a experiência dos alunos de Educação Infantil na feira. “Geralmente, o nosso trabalho é feito dentro de sala e nas dependências da escola. Sair desse espaço é uma experiência nova para eles. Muitos andaram de ônibus pela primeira vez. Estão todos muito encantados com os trabalhos. Puderam perceber a valorização da tecnologia e sua evolução, o que para eles é muito importante já que nasceram na era digital”, disse.

Além de toda a programação de oficinas e exposições, a feira contou com diversos destaques. Um deles foi o telão que mostrou aos participantes a cronologia dos meios de comunicação. No segundo dia de evento, um robô de grandes proporções no estilo “transformrs” fez a animação dos estudantes. A equipe do Centro Municipal de Inclusão Digital (CEMID) também marcou presença na programação fazendo a divulgação dos serviços oferecidos pela unidade.

TRABALHOS – As alunas Maria Elisa e Sophia de Souza, da Escola Municipal Simar Machado Sodré, participaram do terceiro dia do evento. Elas ofereceram aos visitantes um modelo de museu tecnológico com disponibilização de acervo histórico com a utilização de tabletes. “Clicando aqui, você pode conhecer as pessoas que estavam no dia da Independência do Brasil. Já aqui, temos as obras de Pedro Américo e Debret, dá para ver as curiosidades e como elas foram feitas”, explicaram as alunas.

Em outro estande, uma linha do tempo foi criada com utensílios de impressão gráfica. “Aqui, temos um mimeógrafo, que era usado antigamente com folha, manivela e álcool. Com o tempo, essa impressora foi substituída pelas impressoras usadas hoje em dia, e do lado, temos uma impressora 3D que produz até peças em plástico”, informou a Cecília Torres, de 10 anos, da Escola Municipal Inayá Moraes D’Couto.

A professora Carina Bomfim ressaltou a importância do uso da tecnologia com os estudantes. “Foi a minha primeira experiência na Semana da Ciência e Tecnologia. Um dos meus alunos monitores falou que foi o melhor dia da vida dele com os olhos brilhando. Cada vez eu meu apaixono mais por tecnologia na escola e percebo que hoje é a melhor forma de cativar o aluno, trazê-lo para perto, de fazê-lo querer a transformação para a vida dele”, destacou.

 ECO-OSTRAS – Finalizando a programação científica da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer desta semana, a Feira Eco-Ostras premiou os melhores trabalhos dos alunos nesta sexta-feira, dia 21. Com o tema “Transformando o mundo através do autocuidado”, o objetivo principal do evento foi proporcionar compartilhamento de conhecimentos entre expositores e visitantes. A ação aconteceu na nova sede do Núcleo Pedagógico, no bairro Extensão do Bosque, das 9h às 16h.

 

 

Jornalista Responsável
Edigarde Rodrigues-Jornalista
Registro Profissional-40847/RJ 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here